giovedì 20 gennaio 2022

Conhecimento mínimo da língua italiana

 

www.italianoemsalvador.com
Skypeitalianoemsalvador
WhatsApp (71) 9 9966-5215


Conhecimento mínimo da língua italiana 

Entrou em vigor, no dia 4 de dezembro de 2018, a exigência de conhecimento mínimo do idioma italiano para requerer a cidadania italiana por casamento. Portanto será necessário na etapa de anexo dos documentos no site do ministério, incluir o certificado que comprova o nível B1 de proficiência; o qual equivale ao nível intermediário. Caso o requerente não tenha este certificado, o ministério travará o processo. Esta regra entra em vigor, no entanto, apenas para os novos processos; e vale tanto para processos no Brasil como no exterior.

Certificações

A certificação de línguas europeias, de acordo com os princípios ditados pelo Conselho da Europa, Parlamento Europeu e Conselho de Ministros Europeu, insere-se no programa Portfolio Europeo delle Lingue (PEL) e visa potenciar as competências do cidadão, favorecendo a comunicação e a mobilidade e relações interculturais. Em particular, a certificação linguística tem uma função documental, de acordo com os níveis de competência previstos no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.

No panorama da certificação do conhecimento da língua italiana como língua estrangeira, foi criada a Associação de Certificação de Qualidade da Língua Italiana - CLIQ, que reúne as quatro entidades certificadoras: Sociedade Dante Alighieri, Universidade para Estrangeiros de Perugia, Universidade para Estrangeiros de Siena e da Universidade Roma Tre.

O objetivo da associação é promover uma cultura de avaliação de certificação para o italiano como L2 e garantir um sistema de qualidade para a certificação de competências linguísticas, em linha com os padrões científicos estabelecidos pelo Conselho da Europa no Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas.

Para mais informações:

Tabela de correspondência dos certificados emitidos pelos organismos de certificação da Associação CLIQ indica o nível correspondente no Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas do Conselho da Europa.